Logo LCQM

Sobre o LCQM

Por Emmanuelle de Jesus Silva

O Laboratório de Controle de Qualidade de Medicamentos (LCQM) é um projeto de extensão da Faculdade de Farmácia da UFG criado para atender a demanda pública por controle de qualidade de medicamentos. Foi fundado em 1995 para prestação de serviços em matérias-primas e medicamentos manipulados. Hoje, tem como missão a prestação de serviços de controle de qualidade em medicamentos, cosméticos, água e matérias-primas, sendo campo de estágio para alunos da UFG e de outras instituições de ensino superior.

No início as atividades eram distribuídas em diferentes salas da Faculdade de Farmácia. As salas de aula prática de controle de qualidade foram onde se desenvolveram as primeiras análises. Somente em 2007 todos os laboratórios foram agrupados em um único local, no primeiro andar do mesmo prédio, juntamente com o Laboratório de Controle de Qualidade de Alimentos (LCQA). A esse local foi dado o nome de Centro Analítico em Controle de Qualidade (CACQ), por agrupar LCQM e LCQA.

Nos anos de 2007 a 2010 o LCQM desenvolveu contratos com clientes por meio do Sistema Nacional de Aperfeiçoamento Monitoramento Magistral (SINAMM) da Associação Nacional de Farmacêuticos Magistrais (ANFARMAG). Por meio deste sistema a ANFARMAG agrupava seus filiados e os orientava a realizar, entre outras atividades de treinamento e melhoria, o controle de qualidade dos produtos manipulados. Vários laboratórios do país participavam do SINAMM, que deixou de ser possível quando a Associação decidiu centralizar as atividades em um único laboratório do país, visando redução de custos aos filiados.

Após deixar de realizar análises via SINAMM, os contratos eram firmados diretamente entre com os clientes, cujo número reduziu significativamente. Contudo, após um trabalho de divulgação que envolveu visitas a farmácias e envio de material por vias digitais, revisão dos preços praticados, informatização de geração e envio dos laudos analíticos e, de forma bastante significativa, a comunicação entre os clientes e outras farmácias, o trabalho e os bons resultados do LCQM se tornaram cada vez mais consistentes e conhecidos, conseguindo aumentar a carteira de clientes em percentual de dois dígitos entre 2012 e 2017.

Em 2014 o LCQM conseguiu se adequar e se habilitar por meio da ANVISA para realização de Estudos de Equivalência Farmacêutica, tornando-se o Centro de Equivalência Farmacêutica EQFAR-069, apto a realizar estudos de equivalência físico-químicos e microbiológicos em produtos líquidos e semissólidos.

Atualmente, além das análises de controle de qualidade para farmácias de manipulação e dos estudos de equivalência farmacêutica, o LCQM realiza análises em produtos de indústrias de cosméticos, hospitais, pequenas empresas e pessoas físicas, possuindo clientes dos estados de Goiás, Distrito Federal, Tocantins, Rondônia e Amazonas.

Em 2018 foram analisadas 2.541 amostras nos laboratórios Físico-químico e Microbiológico do LCQM, provenientes de 106 clientes. Estes números demonstram a solidez do LCQM, como projeto de extensão da UFG, na prestação de serviços à comunidade e a confiança que seus clientes cada vez mais depositam em seu trabalho.